Quarto & Sala

<





>

gráfica fidalga

Fotos: Gabriel Valdivieso

Texto: Gabriel Valdivieso

val comenta tudo. esta amiga brasiliense mandou um e-mail com o link para um video que o coolhunter.net fez sobre esta gráfica, a tal fidalga. a mensagem ficou guardada por alguns dias, falta de tempo, para depois me consumir em sorrisos e alegrias e explicar em imagens a razão de certa paixão pela simplicidade, pela tradição, pelo respeito, pelo ofício.

a gráfica fidalga é quase que uma máquina. alemã de 1929, esta grande impressora foi importada ao brasil para imprimir e imprimir os lambe-lambes nossos de cada dia. claudio, o mais elétrico dos operantes da bicha era seu  único proprietário. após anos enfrentando a vida e lidando com a rotina, mudou o status da parada e estabeleceu assim cooperativa com seus grandes companheiros, sr. mauricio e carlinhos.

liguei na choque cultural, a galeria de arte urbana daqui de sampa. logo me ajudaram. este espirito coletivo esteve presente em todos os minutos desta historinha. e logo cheguei ao sr. mauricio. para fazer as fotos lá me pediram para fazer alguns lambes, cartazes. problema nenhum. marcamos uma sexta-feira quente, no novo endereço da gráfica, estrada do taboão da serra – sim, a gráfica deixou a rua que traz no nome para criar novo mise en scene em bairro ainda mais pacato. sr. mauricio esperou à porta, quase interiorano.

tipografia é a técnica. mmm, um carimbão, chamaram alguns. a alemã faz papel de prensa que une folha e tinta e cria os cartazes que vão colorir e divulgar pela cidade. escolhe-se a arte, as letras, os desenhos, escreve-se, pensa-se, compõe-se. e carimba-se. uma breve dança dos rapazes, cooperativos, fez logo a grande máquina, o tratorzão, começar a cuspir os cartazes quarto & sala. não sem pausa para ajustes e correções.

todo o clima é de atmosfera paralela. os meninos sabem a jóia que conduzem e tem apuro estético pra zona oeste nenhuma botar defeito. todo o excesso de tinta é benvindo e bonito; bananas encontradas a esperar são de composição a calar a boca dos produtores de plantão. um antigo pôster de oscar niemeyer. um manifesto argentino fala da gentrificação, processo executado pela classe alta / média que busca a melhoria da cidade com a expulsão das classes baixas de seus imóveis. atenção, leitor pensante! é, não se trata de um gráfica. estamos falando, sim, de um movimento de subversão e resistência à publicidade moderna, à tecnologia desenfreada, à frieza, a um tanto de outras máquinas que nos atropelam sem que percebamos.

a gráfica fidalga está aberta e a máquina alemã pronta e aguardando. sobre as leis de kassab, pouco sei. o bom senso na escolha dos muros a se colar cartazes deve prevalecer e acrescento, pensado com calma. o trabalho deve ser sutil e mais instigante do que grandioso. carlinhos saiu comigo, quarto & sala, madrugada dessas, a colar pela vila, por pinheiros, por são paulo. colamos bastante e agora dá vontade de mais, de maneira mais subliminar, diria. vício colar lambe-lambes!!!

gráfica fidalga – 9708-0794


NEWSLETTER

CADASTRE SEU EMAIL PARA RECEBER AS ATUALIZAÇÕES DO QUARTO&SALA

QUARTO & SALA
Todos os direitos reservados
® Copyrights 2009
Made with Cherry Flavour